sábado, janeiro 23, 2010

Desafios, inquéritos, questionários, perguntas e respostas… Blogices simpáticas

Desafios dos blog's In-provavel

Esclareço que esta é a primeira e provavelmente unica vez que faço isto e os motivos são apenas dois: O apreço pelas pessoas que mo propuseram e mais nada!.

http://sairdaspalavras.blogspot.com/

E

http://clarices-bichocarpinteiro.blogspot.com/

Eis o “desafio” a ser respondido:

a) Tens medo de quê?


Medo de ter medo de tudo aquilo que me assusta e que receio não conseguir superar.

O Absoluto, em geral, assusta-me. Opiniões absolutas; poder absoluto; dedicação absoluta; dependência absoluta; crença absoluta. O que é absoluto é doentio.

b) Tens algum "guilty pleasure"?


Hum… se tivesse Eu tempo para escrever e Vós tempo para ler… faria uma lista curta!


c) Farias alguma "loucura" por amor/amizade?


Todas as que possam imaginar além de todas as já cometi e não imaginava ser capaz e não lamentei!


d) Qual o teu maior sonho? [Não vale responder Paz, Amor e Felicidade ;)

Tenho sonhos demasiado longos e indescritíveis. Quase sempre têm livros à mistura, bibliotecas imensas que sonho poder ler.

De um modo mais… “Terra-a-terra”: Gostava de poder concretizar os sonhos um sonho chamado Inês. (afilhada de 3 anos com Síndrome de Asperger).

e) Nos momentos de tristeza, abatimento, isolas-te ou preferes colo? (Não vale brincar)

Se tiver “colo” não o recuso… mas não o procuro nem me isolo… limito-me a tentar continuar a ser Ser.

f) Entre uma pessoa extrovertida e outra introvertida, qual seria a escolha abstracta?


Ambas na mesma pessoa com conta, peso e a minha medida que desconheço ainda qual seja e que quero continuar a procurar conhecer.


g) Sentes que te sentes bem na vida, ou há insatisfações para além do desejável?


“Os satisfeitos estão mortos, em coma ou em vias disso” Yur Adelev


h) Consideras-te mais crítico ou mais ponderado? (mesmo sabendo que há críticas ponderadas)


Critico, sem dúvida! E ponderado na crítica, sem sombra de dúvida!


i) Julgas-te impulsivo, de fazer filmes, paciente ou... (define o que te julgas no geral).


Impulsivo é agir sem pensar ? Reajo bem sob stress!

j) Consegues desejar mal a alguém e eventualmente concretizar? (Responder com sinceridade)

Se alguém disser que não .. MENTE! “Dai-lhes a oportunidade e os meios e eles tornar-se-ão bestas!” Yur Adelev

No entanto sem empurrar quem quer que seja… já pisei muitos pescoços de quem me empurrou para me passar e me caiu um pouco mais à frente. Também já lhes dei a mão muitas vezes.

k) Conténs-te publicamente em manifestações de afecto (abraçar, beijar, rir alto...)


Só até onde a “boa educação manda” e… nem sempre! Não faço regra de nada disso mas admiro o respeito pelos outros e o seu direito à pacatez.


l)Qual o lado mais acentuado? Orgulho ou teimosia?


Sou uma mistura de todos os meus “lados” e a minha teimosia tem orgulho em mim e Eu nela. Sobretudo quando tenho a certeza de que ter razão.


m) Casamentos homossexuais e/ou direito à adopção?

As idiotices andam sempre aos pares e a sua ausência também!

Ou bem que se pugna pela igualdade ou se pugna pelo direito à diferença. Ambas as coisas em simultâneo… é uma contradição tontinha e libertária sem razão, sem Rei nem roque, entre os termos da questão.

É uma questão em que tenho demasiadas dúvidas para ter opiniões acertivas e não faz parte das minhas prioridades mais imediatas.

n) O que te faz continuar com o blogue?


O prazer de “dizer” e de saber que há pelo menos uma pessoa que lê e me envia destas coisas para responder.

Note-se que esta será a unica confirmação da regra de não o fazer.


o) O número de visitas ou de comentários influencia o teu blogue?

Nadinha! Mas agrada, embora a qualidade seja preferivél à quantidade como em outras coisas na vida!

p) Na tua blogosfera pessoal e ideal, como seria ela?

Livre sem libertinagem, sem anonimatos e sem “desafios”.

q) Deviam haver encontros de bloguistas? Caso sim em que moldes e caso não porquê?

È sempre bom para a alma compartilhar gostos e partilhar momentos com quem partilha connosco os seu momentos e gostos.

Sem compromissos ou segundas intenções.

r) Sabes brincar contigo mesmo e rir com quem brinca contigo? (Não vale responder com ironias).


Eu só não me rio mais de mim, para mim e acerca de mim porque estou ocupado a rir-me de outras pessoas que me causam a mais profunda tristeza. (Não é ironia).

Gosto que se riam comigo e para mim mas não de mim.

s) Já agora, qual ou quais os teus principais defeitos?


Conhecer os meus defeitos e não ter o sucesso que desejava ter quando tento eliminá-los.


t) E em que aspectos te elogiam e/ou achas ter potencialidades e mesmo orgulho nisso?


Se uma opinião acerca de mim me agrada não a considero um elogio mas uma mera constatação. Se for um falso elogio, finjo que a pessoa não disse nada!

Tenho um humor que se situa entre a observação cínica e a causticidade objectiva. Tem imenso potencial… mas a potência é um problema dos homens da minha idade. Dizem-me as minhas amigas… e a quantidade de Viagra que o meu famacêutico afirma vender.


u) Entre uma televisão, um computador e um telemóvel, o que escolherias?


Actualmente o computador permite-me não apenas ver Tv mas também fazer chamadas. Logo….


v) Elogias ou guardas para ti?

Elogio se pensar que é oportuno; manifesto apreço se (na circunstância) pensar ser o mais correcto mas se for merecida a critica ou ou elogio não guardo para ninguém.


w) Tens a humildade suficiente para pedir desculpa sem ser indirectamente?


Absolutamente e espero ser assim até ao meu ultimo segundo! E peço desde já desculpa por isso!


x) Consideras-te, grosso modo, uma pessoa sensível ou pragmática?


Quem disse que sensibilidade e pragmatismo se opõem?


y) Perdoas com facilidade?


Demasiadas vezes. Ao ponto de já ter pensado em mudar essa minha faceta… No entanto, perdão e arrependimento têm que fazer parte do mesmo “pacote” e serem ambos sinceros!


z) Qual o teu maior pesadelo ou o que mais te preocupa?

A infelicidade, qualquer que seja. Minha ou de alguém a quem estime de sobremaneira.

4 comentários:

Cássia ... disse...

"Gosto que se riam comigo e para mim mas não de mim."

Combinamos em alguma coisa...;)

Gostei daqui.

bjim

Austeriana disse...

Subscrevo. Este desafio faz parte do conjunto de blogices simpáticas!
Quanto ao resto, agradeço o apreço, retribuo e gostei muito do post, imagem e texto!
Um grande abraço e "keep on being critical!" :)))

Di...vagar disse...

Mt prazer tio Rui ;)

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Passo para deixar os votos interiores de um Natal com Paz, independentemente da concepção que se tenha dele.

Com amizade

Lobinho