terça-feira, outubro 28, 2008

Outonal Tristeza














Outonal Certeza - Outonal Tristeza

___________________________________________________________________________


-Era inevitável. A hora muda, os dias parecem mais curtos a neurastenia cresce.

Todos os anos nesta altura é mesmíssima coisa. Os dias deixam de chegar para o que se quer fazer. A noite chega mais cedo e o Inverno ou Outono invernoso instala-se definitivamente. Já cheira a castanhas assadas nas ruas das cidades. O frio volta, umas vezes chuvoso, e empurrado pelo vento, outras apenas frio, seco e só.

-As gentes pelas ruas “invernam-se”, agasalham-se e apressam-se mais para chegar mais depressa a casa; É como se fugissem da escuridão cortada a néon e candeeiros de luz icterícia.

-Recorda-se a infância. Procura-se o conforto de um café, esfregam-se as mãos, apertam-se os casacos para resguardar o intimo. Olha-se a saudade nos faróis dos carros que passam.

-Recorda-se a montanha e a planície que nela agora vive.

1 comentário:

Arion disse...

Eu gosto do outono... Abraço!