segunda-feira, fevereiro 26, 2007

OSCAR ÁLHO












-Estes são apenas alguns dos filmes candidatos ao Óscar-alho, esse tradicional troféu nacional que contempla as “fitas” que por cá se fazem. Deixo-vos aqui um pequeno resumo da acção encerrada em cada um deles.
-A atribuição dos galardões decorrerá no final do ano fiscal e só então saberemos quem serão os vencedores de cada classe, da falta de classe um se alguma classe conseguirá sobreveiver.

Melhor Fita:

“Babel”
-A história de um edifício onde deputados de partidos diferentes falam, falam mas não se entendem.
-Frequentemente são visitados por um primeiro-ministro e pela fotocópia deste mas nada de especial se passa, pois uns são surdos e outros nada ouvem; Até ao dia em que é entregue uma petição de 5000 cidadãos eleitores que é “despachada” numa discussão de 3 minutos.

“ Iwo Jima”
-
O argumento baseia-se nas cartas escritas por um estudante do ensino superior chamado Ivo Lima, que escrevia mal e lia pior. Traça a sua trajectória através dos diversos níveis de ensino onde nunca teve que efectuar um exame ou provar as suas capacidades reais. Sempre por iniciativa ministerial acaba, por laços familiares, por integrar como assessor um ministério qualquer e mais tarde uma empresa pública.

“The Departed” (os falecidos)
-Trata-se de uma trama que envolve a saúde e a justiça e que tem início aquando do encerramento de diversas unidades de saúde num pequeno país quase Europeu. A justiça tarda e a saúde falta e desta dualidade acaba por resultar a perda de vidas (daí o titulo). Conta com excelentes interpretações especialmente por parte de actores amadores que sentiram na pele a necessidade de intervir no filme.

“A rainha”
-Baseado em factos reais, o argumento relata com detalhe apreciável a fuga para o exílio dourado de uma rainha local de cabelo lacado e lágrima fácil. Amada pelo seu povinho, regressa quando os esbirros incompetentes que a perseguiam lho permitem. É então que guia o povéco a uma admirável vitória e retoma o governo do pequeno reino. No entanto a história não termina e ela acaba por ser levada a julgamento na sequência dos desmandos praticados. È de prever uma sequela para um futuro próximo.

“Uma família à beira de um ataque de nervos”
-Um filme hiper-realista mas que se não pode considerar como documentário, apenas por não revelar toda a realidade. Uma família com dois filhos em idade escolar, cujo pai perdera o emprego numa empresa “deslocalisada” e que se vê aflita para chegar ao fim de cada mês.
-Uma narrativa humana que mostra o esforço e a dedicação das personagens mas também o desespero, vergonha e loucura são reveladas já no final, quando admitem estar contentes com a actual situação ao declararem a sua intenção de votar no actual partido de governo.

“Voo 31”
-Filme de aventura ao bom estilo sul-americano em que um grupo de turistas fica sem poder regressar das suas férias (pagas a prestações) no Brasil. O argumento é deveras risível e revela o conhecimento das asneiras que muitas agências de viagens fazem em busca do lucro fácil a coberto da falta de fiscalização das autoridades.

“A Diaba veste Fátima Lopes”
-Uma incursão ao mundo da alta-costura através de uma costureira que insiste e defende o uso de peles de animais apesar do que isso tem de idiota hoje em dia.

"O Ilusionista"
-Filme na linha dos grandes clássicos governativos em que um homem ascende ao poder através de eleições e de enormes promessas que não tencionava cumprir. O argumento é bem escrito mas desde cedo se poderia constatar que não era realista nem viável.

“Carros”
-Uma trama que envolve aumentos de combustíveis, impostos a serem alterados e auto-estradas a serem pagas pela 2ª. vez, sempre com o dinheiro dos mesmos contribuintes. Trata também da velocidade excessiva com que um ministro acelera e abre a boca estampando-se de cada vez que o faz.

“Uma verdade inconveniente”
-Filme idealizado e levado a cabo por um ex-ministro das obras publicas em que se assiste à elaboração de um projecto de combate à corrupção. A história é no entanto por demais vulgar e termina com um “pontapé para cima” quando o politico em causa é despachado para a verdadeira Europa. Como contrapartida terá que permanecer quietinho e longe, revelando a sua honorabilidade enquanto o seu projecto é deitado para o lixo .

“O ultimo rei da Madeira”
-Um quase soberano que uns consideram déspota e outros admiram pela sua obra, vendo-se acossado financeiramente, pede a demissão e tenta recuperar a face através de novas eleições. Continuando a suscitar amores e ódios mas a quem ninguém consegue ficar indiferente.

"Notas sobre um escândalo"
-Uma jurista viciada em “tempos de antena” é nomeada para conduzir uma caça aos gambozinos, na sequência de um dos seus íntimos ódios viscerais. Cruzam-se aqui traços de grandes clássicos como: “O padrinho do Norte”, “Os incorruptíveis contra o futebol” ou até mesmo “E tudo o tempo levou”.

“O Labirinto do Fauno”
-Um ex-jornalista, ex-director de um gabinete de sondagens de opinião, um ex-ministro e um ex-presidente de um partido reúnem-se num só homem e tentam recuperar a liderança de um pequeno e estranho partido.

3 comentários:

Anabelacps disse...

lololol

Estás a ver...? É por isto que não posso deixar de vir aqui ler-te! lol

Ei, Academia! Para o ano, podem dispensar a Helen Degeneres... vai aqui o Rui, pode ser?lol

ps: “ Iwo Jima”... ainda pensei que quisessem dizer Hiroshima, tipo Heitor de cassetes...

Touro Zentado disse...

Oh pá!... Soberbo! Adorei!
Foi das melhores coisas que já li na blogosfera!
Parabéns!
O Ivo Lima matou-me!

Miss Alcor disse...

Brilhante!!! Simplesmente maravilhoso! Adorei particularmente o argumento do filme "The Departed"... eheheh "interpretações de actores amadores", eheh, Bestial!!!