segunda-feira, outubro 30, 2006

Mentiras quotidianas












-Este ano, vou começar a fazer ginástica.
-Isto não dói nada.
-Vou já!
-Estava mesmo para te ligar.
-Devo? Tem graça já nem me lembrava.
-A culpa foi do árbitro.
-O semáforo estava amarelo.
-São só cinco minutinhos… para ir ali à farmácia.
-Paga-me o café que eu pago-te amanha.
-Mandei o cheque ontem.
-É só mesmo ver o e-mail e desligo logo.
-Perdi o seu número de telemóvel.
-Somos só amigos.
-Eu sei o que podes pensar, mas entre nós não se passa nada.
-Este ano, vou estudar a sério.
-Tive um problema familiar professor.
-O professor embirra comigo
-Desculpe o atraso, estive na biblioteca.
-Demoro só cinco minutos.
-Já o li mas agora não me recordo bem.
-Juro que não conto a ninguém
-Estava mesmo para sair.
-Empresta-mo que amanhã já to devolvo.
-Fica-te muito bem.
-Não, estava só a descansar os olhos.
-Bati, mas a culpa foi do outro condutor.
-O raio do gin estava estragado.
-Bêbado… bêbado nunca estive, só um pouco alegre.
-E… que se sente ao fumar isso?
-Liguei-te mas estava ocupado.
-Estou aí em dez minutos.
-Vou pensar e depois digo-te alguma coisa.
-Nunca tal coisa me passou pela cabeça.
-Liga-me depois, agora estou em reunião.
-Era tão boa pessoa.
-A sexta rodada pago eu!

2 comentários:

Ana disse...

Bem verdade. lol *

Calca-mares disse...

Bem apanhadas! E acho que já as menti todas! :D