segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Oscar, Oscares 2009: vencedores, perdedores e outros Oscara-alhos

oscar 0scares alho 2009 in-provavel

"The Curious Case of Benjamin Button"

Um filme curioso acerca de um caso curioso. Um homem que a cada dia fica mais novo mas não mais inteligente ou competente. Continua a garantir que não sabia nada acerca de coisa alguma e os disparates sucedem-se na banca nacional. Cada vez que rejuvenesce esquece a asneira e as esfarrapadas desculpas do caso anterior e repete-as, até nos cansar. Foi assim no BCP, no BPN e no BPP que se saiba… outros podem bem ocorrer brevemente e outros podem ter ocorrido. Afinal se ele não sabia por estar a rejuvenescer como poderíamos nós saber?

Esqueçam o Botox, injectem-se regularmente com identidades supervisoras e super-ordenados. Se isso não rejuvenescer há-de ter a sua utilidade já que o personagem parece não ter nenhuma.

"Frost / Nixon"

Confesso que me suscitou curiosidade acerca do que mais haveria para dizer acerca de Richard Nixon. Ainda pensei que ele fosse um “engatatão” ao nível de Salazar, mas afinal… não!


"Milk"

Um filme que tem como protagonista um leiteiro preocupado com a polémica acerca dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Para mim, sexo há só um: o bom, o excelente, o abundante, o satisfatório e o que gostaria de ter tido e não tive.

"The Reader"

História sem grande enredo acerca de alguém que adorando ler se via obrigado a recorrer às bibliotecas municipais e a empréstimos de amigos, já que os livros no seu país continuam a ter preços idiotas e impostos imbecis.

“Australia”

Um filme sobre um pais no tempo em que o maior problema não eram as aranhas venenosas, os crocodilos e tubarões que comem gente, as cheias brutais ou os incêndios incontroláveis.

"Slumdog Millionaire"

Um miúdo indiano apaixona-se e concorre a um concurso apresentado pelo Jorge Gabriel. Torna-se milionário, dono de uma loja num centro comercial prestes a fechar e acaba por aprender a falar português ao fim de 10 anos.

O título em português é como de costume, estúpido: "Quem quer ser milionário?". Basta ter em conta o numero de imbecis que investiram em bancos duvidosos, com procedimentos estranhos e produtos financeiros ainda mais estranhos. Em alternativa observem-se os ordenados dos gestores públicos, as suas reformas, os prémios auto-atribuídos e as suas mordomias não fiscalizadas por ninguém.

"The Wrestler"

Um lutador de verdade. Um homem que lutava para manter o emprego, para esticar o magro ordenado, para educar os filhos, para pagar os empréstimos, para ignorar os disparates da justiça, da saúde, da educação, dos governos e para sobreviver com alguma dignidade. Podia ser português e talvez seja.

"Doubt"

Um partido da cor da casca de um fruto chamado laranja é presidido por uma pessoa que a todos gera inúmeras dúvidas e incertezas. As únicas certezas deste “filme” são duas: “assim não chegam lá” e “ Porra, façam alguma coisa, já que mais do mesmo já mete nojo!”.

"The Dark Knight"

Um jovem “morcego” que ascende ao poder é responsável por actos dúbios de que vai escapando, encerrando universidades, nomeando “afilhados e compadres” para bancos e empresas, assumindo projectos que não concebeu e mantendo a postura de “virgem ofendida” de cada vez que alguém o acusa do que quer que seja.

"Vicky Cristina Barcelona”

Duas “belas” mulheres, uma ministra da Educação e outra Directora da DREN vão passar férias a Barcelona e acabam por ficar por lá ao conhecerem um artista qualquer. Há um país que regozija de contentamento e Barcelona que chora. Não é um épico mas pode bem considerar-se um hípico dadas as cavalgaduras em presença.

“Wall-E”

Um robot desadequado apaixona-se por uma “robota” e é fotografado durante uma ida ao cinema por uma revista “cor-de-rosa às bolinhas”. A manobra, apesar de tudo o que foi dito por imbecis, não distrai do passado e de uma certa não-ficção de justiça que chega de um planeta chamado Grã-Bretanha.

2 comentários:

bell disse...

Sem dúvida as tuas sinopses são melhores que os argumentos originais que me parecem mainstream.

De todos só vi o "Wall-E", é o que faz ter "crianças" na família.

"Vicky Cristina Barcelona” com o teu argumento merecia o Óscar de melhor filme.

korrosiva disse...

Destes filmes ó vi o Wall-E (que não adorei)
mas ainda vou a tempo eheh

Bjs