terça-feira, abril 07, 2009

VÍRUS MUITO PERIGOSO – PERIGO/DANGER/ACHTUNG

Vírus in-provavel

Estou certo de que tal como eu, já todos vós receberam email’s com avisos de vírus informáticos perigosos e maldosos. Uns existiam realmente e outros não.

Este é um dos que considero mais perigosos e por isso aqui o descrevo.

Se receberem um email intitulado “CRISE” não o abram ou executem qualquer ficheiro anexo que o acompanhe. Trata-se de um vírus cor-de-rosa perigosíssimo, cuja origem se desconhece mas que em Portugal muitos socialistas atribuem à comunicação social, à oposição e forças ocultas geradoras de “campanhas negras”.

Este vírus actua não apenas sobre o seu computador mas sobre toda a sua vida. Inicialmente promete, eficácia, empregos e progresso social, mas quase imediatamente (depois de tomar o poder) ataca e prejudica quase todos os sectores, apagando os traços de prosperidade, progresso e esperança. Começa por destruir todos os arquivos que possua relacionados com Ensino e Educação colocando em seu lugar a permissividade, o laxismo e a estatística; depois aproveita e cria fraquezas ao sistema e ataca tudo o que diga respeito à Justiça tornando o seu funcionamento de tal modo lento que se torna inoperacional impedindo o seu acesso a alguuns documentos e deixando outros “escondidos” durante três anos, na esperança de que excedam o seu “prazo de validade”.

Adiciona anos de trabalho às carreiras profissionais impedindo a obtenção de direitos adquiridos e muda as regras a meio de um jogo. Outra das acções que o caracterizam é o facto de impedir a busca da localização de aeroportos fazendo confundir a OTA com a margem Sul e chamando a esta: “deserto”. Apaga também empresas dos mapas, afirmando no entanto que tal não é verdade e que existem soluções de viabilidade que NUNCA aparecem realmente e também erradica empregos a uma velocidade nunca vista.

No caso do Banco de Portugal e de outras entidades reguladoras/fiscalizadoras nacionais parece ter apagado toda a programação inteligente que antes chegaram a possuir, destituindo estas organizações de toda a inteligência artificial (e da outra).

São conhecidos ministérios em que gerou a “confusão geral” confundindo pastas e levando às mais disparatadas declarações dos seus responsáveis como tem sido o caso do Ministério da Economia, fazendo com que o seu titular confundisse trabalho na China com o trabalho em Portugal e fazendo com que percam facturas de viagens extravagantes em aviões da Força Aérea.

Este vírus já foi detectado infiltrando-se em sindicatos na tentativa de manipular a participação em manifestações e tem por hábito reduzir o número de manifestantes que contra si protestam, sendo conhecido por confundir contestação popular com “comunismo primário”!

Quando detectado por um qualquer programa anti-vírus, reage mostrando-se ofendido e alegando as já referidas “campanhas negras”, chamando “difamação” às dúvidas razoáveis e exibindo mensagens em que se elogia a cada passo ou inventa eventos e lhes exagera a importância real. Chegou mesmo a convocar toda a comunicação social para a assinatura com uma empresa Belga de um protocolo de criação (sem data definida) de 12 (doze) postos de trabalho a termo certo e onde esteve presente parte do governo ou a contratar crianças para simular entregas de computadores.

Outro perigo deste vírus é a INVENÇÃO, pura e simples, de relatórios da OCDE acerca de Educação. Sendo mesmo conhecido um caso em que este inexistente relatório foi citado pelo nosso primeiro-ministro na Assembleia da República.

ATENÇÃO: Os anti-vírus disponiveis têm demonstrado ser erráticos e incapazes de o combater eficazmente chegando mesmo alguns, a colaborar com o próprio vírus ao embarcarem em discussões estéreis de “questões fracturantes” com que o vírus procura distrair as atenções quando estas se focam em questões estruturais e essenciais.

Possui também a capacidade de convencer muitos dos utilizadores “infectados” a votarem em si o que parece prender-se com o baixo nível intelectual dos referidos utilizadores ou com a satisfação destes pela capacidade de fabricação de “tachos” e gestão de influências que o vírus demonstra possuir.

Envie este Email a todos os seus amigos e conhecidos. Caso não o faça terá mais 4 anos de inércia, incapacidade, desgoverno, “tachismo”, laxismo e sem vergonhice.

4 comentários:

korrosiva disse...

Grata pelo aviso ;))

Bjs

aespumadosdias disse...

Só formatando o disco.

bell disse...

Mesmo a propósito. Venho informar-te que te incluí numa corrente. Provavelmente achas uma estupidez (quer as correntes, quer a minha decisão), mas paciência. É mais um vírus.

Henrique disse...

O aviso veio tarde, já todos os portugueses sofreram as consequências desta virose, excepto naturalmente os «tios» que usam o Anti-Vírus TINTURRA.