quarta-feira, junho 06, 2007

A cegonha já não é o que era












-Parece ter-se tornado uma nova moda esta coisa dos nascimentos em ambulância.
-Quase todos os dias há um, seja na ambulância dos Bombeiros Voluntários da Rebardeja, seja numa viatura do INEM.

-Torna-se interessante assistir a este novo epifenómeno de popularidade jornalística. Entrevista-se o pai babado, ali mesmo à mão do repórter de serviço, que já se esqueceu que podia ter perdido esposa e rebento. Questionam-se os voluntários de serviço que entendem de partos tanto quanto de microbiologia celular ou de fractais e é vê-los sorridentes por estarem na televisão a dizer como tudo correu bem. Elogia-se-lhes a bravata e a bravura de que hão-de falar no café e na corporação durante uma semana e termina-se a reportagem com uma frase bombástica: “Felizmente tudo correu bem e quer a mãe quer a criança estão de excelente saúde!”.
-É assim e é pena.
-Na realidade, no meio de tanta celebração e de tanto suspiro de alívio esquece-se quem é o verdadeiro responsável por esta dinâmica de natalidade terceiro-mundista. Quem fechou, ou mandou que fechassem maternidades e quem fez mais por estas noticias, com que a RTP nos brinda quase diariamente, mais do que quem qualquer outro rematado idiota.
-As crianças lá vão nascendo como podem e até agora ainda não ocorreu a desgraça. Mas e se ocorrer? Será noticia ou será apenas um acidente de percurso como muitos outros, resumido a um relatório numa pasta de arquivo algures numa qualquer Direcção Regional de Saúde?
-E o Sr. Ministro? Com certeza continuará a dormir na angélica paz dos ineficazes mas economicistas. Na mesma paz dos que recorrem apenas a serviços de saúde privados.

-E nós? Continuaremos a sorrir sempre que virmos um pai babádo e um bombeiro elogiado?

-Com certeza e respiraremos comovidamente fundo ao ouvir: “Felizmente tudo correu bem e quer a mãe quer a criança estão de excelente saúde!”.

2 comentários:

Laurentina disse...

É URGENTE "EMPALAR" MEIA DUZIA DESTES GAJOS ...SÓ ASSIM TOMAM JUIZO ARREPIAM CAMINHO OU SE VÃO EMBORA QUE ERA O MELHOR PARA TODOS!!

e eu tb fui....
beijinhos

Clara Branco disse...

O novo estádio da cidade de Al-Kahder, nos arredores de Belém, na Cisjordânia, cuja construção foi financiada por Portugal, através do Instituto Português de Cooperação para o Desenvolvimento, vai ser inaugurado na próxima segunda-feira. O recinto custou dois milhões de dólares, tem capacidade para seis mil espectadores, é certificado pela FIFA e dispõe de piso sintético e iluminação. A cerimónia de inauguração abrirá com uma marcha de escuteiros locais, conduzindo as bandeiras de Portugal e da Palestina, e a execução dos respectivos hinos nacionais.

E aqui está a noticia… http://www.sportugal.pt/noticia.php?noticiaID=21735

Já fechámos urgências, maternidades, centros de saúde e escolas primárias, mas oferecemos um estádio à Palestina. AIIII!!!